sexta-feira, 18 de junho de 2010

racional, irascível e compulsante





Aqui, onde você é excluído por suas capacidades, filtrar-se de cada parte sua exige o que nenhum de nós conseguirá com menos de três quartos de vida. Todos buscamos.
Desejamos sempre ser guiados pela razão, mas não haveria felicidade se não o pecar-mos, se não for compulsante. Seria melhor irascível?
Pense um pouco. Tuas características foi o mundo quem fez, toda tua inteligência elabora porque recebe de fora, tudo vira dos teus sentidos.O que te diferencia do mundo aí fora são os sentidos, modo que voce sente as coisas.
Costumo pensar que não se deve atribuir a vida somente à busca de sentidos. Fugindo às ideologias de platão , não se expande pelo modo de sentir se nunca se revelar. Em outras palavras, não basta sentir, há muito também que se expressar.

2 comentários:

Lana Christina. disse...

Hm... *-*
a imagem entao... ;$

Amanda Luana disse...

Perfeito *-*